Instituto Camargo Corrêa lança revista

Publicação produzida pela Cross Content tem foco em reportagens sobre desenvolvimento social sustentável

O Instituto Camargo Corrêa acaba de lançar a revista Ideal Comunitário, publicação trimestral que tem o objetivo de divulgar ações voltadas à promoção do desenvolvimento sustentável por meio do investimento em projetos voltados para crianças, adolescentes e jovens. A revista é uma parceria com a Agência de Notícias dos Direitos da Infância (Andi), associação civil sem fins lucrativos que contribui para divulgar ações de defesa dos direitos da criança. Por meio da parceria, a Andi articula Jornalistas Amigos da Criança para a produção do material. Toda a produção visual e editorial é de responsabilidade da Cross Content.

Com 38 páginas, colorida e produzida em papel 100% reciclado, a Ideal Comunitário tem como colaboradores especialistas, autoridades e pessoas ligadas às comunidades onde as iniciativas sociais do instituto estão implantados. As matérias abordam não apenas os programas do Instituto Camargo Corrêa, mas também reportagens voltadas ao desenvolvimento social sustentável, sempre alinhadas com os valores do grupo Camargo Corrêa.

“A revista não quer apenas divulgar ações de responsabilidade social, mas principalmente elaborar conteúdos de reflexão sobre essas ações e sobre seu foco, de maneira a contribuir para um debate público mais aprofundado sobre questões relacionadas a um desenvolvimento sustentável e inclusivo”, diz Francisco Azevedo, diretor executivo do instituto.

A publicação tem tiragem de 8.000 exemplares e é distribuída gratuitamente em território nacional para jornalistas, organizações-não-governamentais, instituições públicas, autoridades e especialistas.

O Instituto Camargo Corrêa, criado em dezembro de 2000, é o responsável pelos investimentos sociais do grupo. Sua missão é promover o desenvolvimento comunitário sustentável, investindo em crianças, adolescentes e jovens. Para tanto, criou quatro programas: o Infância Ideal, cujo objetivo é contribuir para o desenvolvimento saudável de crianças de 0 a 6 anos; o Escola Ideal, que trabalha pela melhoria da qualidade de gestão da escola pública; o Futuro Ideal, voltado para o empreendedorismo juvenil e geração de trabalho e renda; e o Ideal Voluntário, que facilita a ação voluntária dos profissionais do grupo Camargo Corrêa.

Criada em 1993 pelos jornalistas Âmbar de Barros e Gilberto Dimenstein, a Agência de Notícias dos Direitos da Infância (Andi) tem como principal missão contribuir para a cosntrução, nos meios de comunicação, de uma cultura que priorize a promoção e a defesa dos direitos da criança e do adolescentes. A Andi considera que a democratização do acesso aos direitos sociais básicos à infância e à adolescência é condição fundamental para a eqüidade social e para o desenvolvimento humano.