Publicação produzida pela Cross Content ganha prêmio mundial do Unicef

Livro Trajetórias Interrompidas - Produzido pela Cross Content para o Unicef

O livro Trajetórias Interrompidas – Homicídios na adolescência em Fortaleza e em seis municípios do Ceará, produzido pela Cross Content para o Unicef, foi um dos vencedores da edição 2018 do prêmio Best of Unicef Research, concorrendo com 105 projetos de todo o mundo. Por meio de depoimentos dos familiares, a publicação reconstrói a história de vida e morte dos adolescentes assassinados em sete municípios do Ceará.

Trabalhos inscritos no prêmio Best of UNICEF ResearchTodos os anos, o escritório de pesquisas do Unicef – Innocenti – convida suas equipes em todo o mundo para apresentar exemplos de pesquisas e relatórios recentes sobre o tema da infância. O objetivo é chamar a atenção para trabalhos que contribuam para mudar as agendas públicas e têm um alto potencial de impacto nas políticas e programas que beneficiam as crianças.

Após uma revisão interna de 105 propostas elegíveis, a equipe do Unicef Innocenti identificou 12 finalistas que foram então analisados por um painel de especialistas internacionais. O Brasil foi premiado pela primeira vez.

Além de Trajetórias Interrompidas, também foram vencedores os trabalhos FGM/C and child marriage among the rendille, maasai, pokot, samburu and somali communities in Kenya, produzido pelo Unicef Quênia; e Understanding child multidimensional poverty in Egypt, do Egito.


“Estudo valente e convincente que oferece uma maneira inovadora e cativante de conduzir e apresentar pesquisas”


Sobre Trajetórias Interrompidas, o painel de jurados internacionais ressaltou: “estudo valente e convincente que oferece uma maneira inovadora e cativante de conduzir e apresentar pesquisas”. Segundo o Unicef, além de trazer um escopo profundo e análises robustas, o relatório usa uma abordagem de storytelling para ampliar seu impacto. Utilizando as biografias de jovens que foram assassinados, bem como a coleta de dados de familiares e dados estatísticos sobre as experiências dos jovens, o estudo alcança uma integração eficaz de análises quantitativas e qualitativas, na análise da instituição.

Trajetórias Interrompidas, que concorreu no concurso com sua versão em inglês, chamada Lives Interrupted – Adolescent Homicides in Fortaleza and in six municipalities in the state of Ceará, teve coordenação editorial da jornalista Andréia Peres, diretora da Cross Content e especializada em temas de infância e violência. O livro é uma iniciativa do Unicef, do governo do Estado do Ceará e da Assembleia Legislativa do Ceará, com apoio do Instituto Oca, que realizou a pesquisa que deu origem ao trabalho editorial. No Unicef, o material foi coordenado por Casimira Benge, chefe da Unidade de Proteção, e Rui Aguiar, chefe do escritório de Fortaleza do Unicef.

O painel de jurados foi formado pelos seguintes especialistas: Nicholas Alipui, pesquisador visitante sênior do Centro Mac Millan de Estudos Internacionais e de Área da Universidade de Yale e ex-diretor de programas do UNICEF; Virginia Morrow, ex-pesquisadora sênior e professora associada da Oxford Department of International Development e vice-diretora da Young Lives; Aravinda Meera Guntupalli, professora sénior em Saúde Pública na Open University; e Eliya Zulu, diretor executivo do Instituto Africano para a Política de Desenvolvimento. Mais informações no site do Unicef – Innocenti.

Cross Content e o Unicef

A Cross Content tem uma longa e variada história de trabalhos para o Unicef. Desde 2003, planejamos, produzimos e editamos mais de duas dezenas de livros, abordando temas como políticas públicas, direitos e suas violações, saúde e educação de crianças e jovens. Também realizamos uma série de trabalhos on-line e multiplataforma, como o webdocumentário Fora da Escola Não Pode!, o site Unicef Kids e diversos vídeos.

Em 2006, ganhamos o Pearl Award – Editorial Excellence (excelência editorial), concedido pelo Custom Publishing Council (EUA), com a publicação The State of Brazil’s Children (Situação da Infância Brasileira), também para o Unicef.