Unicef lança livro sobre a Semana do Bebê em Pernambuco

Transformando a Infância no Semiárido de Pernambuco – Os Resultados da Semana do Bebê

Entre os dias 23 e 26 de maio, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Prefeitura do Recife realizam, na capital pernambucana, a 3ª Mostra Internacional das Semanas do Bebê. O evento reúne bianualmente as melhores experiências de Semana do Bebê do País.

Na cerimônia de abertura, nesta segunda (23), será lançado o livro Transformando a Primeira Infância no Semiárido de Pernambuco – Os resultados da Semana do Bebê em 20 municípios do estado, produzido pela Cross Content, com edição de Andréia Peres, para o Unicef e a Sanofi. A publicação sintetiza os desafios e principais avanços com relação a diversos indicadores monitorados pela iniciativa, como mortalidade infantil, óbitos neonatais e acesso a creches e pré-escolas.

Esses avanços são enfatizados por meio de depoimentos de famílias, gestores, técnicos e especialistas na primeira infância, que mostram como a estratégia de mobilização social deixou um legado de transformação nas práticas e políticas dos municípios.

Dividido em três capítulos (Histórico e Metodologia, Resultados e Desafios), o livro também aborda os obstáculos que ainda precisam ser superados. O enfrentamento do zika vírus, a inclusão de milhares de crianças nas creches e pré-escolas, a qualificação das equipes locais para o aperfeiçoamento dos Sistemas de Informação e a gravidez na adolescência são alguns dos principais desafios da iniciativa.

Sobre a Semana do Bebê

A Semana do Bebê é uma das principais estratégias do Unicef para assegurar a atenção adequada a crianças de até 6 anos de idade. Tem como objetivo tornar o direito à sobrevivência e ao desenvolvimento infantil uma prioridade na agenda dos municípios brasileiros.

Em 2015, o Unicef apoiou a realização de 450 Semanas do Bebê em todo o Brasil, alcançando mais de 850 mil crianças de até 4 anos. Trinta e oito municípios receberam apoio do Unicef para realizar 5.270 atividades e treinamentos envolvendo 33.296 profissionais de saúde, proteção e educação.