Vídeo 360 graus: uma nova forma de contar histórias

Nos últimos meses, as principais redes sociais e plataformas da web passaram a permitir o uso de vídeos 360 graus. Com isso, essa tecnologia ganhou ainda mais força e se tornou um excelente meio de contar histórias imersivas, com grande engajamento da audiência. Os principais meios de comunicação, como o jornal americano The New York Times, o britânico The Guardian e a Rede Globo, já investem nessa tendência. Acima ou neste link, você pode ver o vídeo Parque Buenos Aires, produzido pela Cross Content.

E o que as marcas devem fazer para tirar proveito dessa nova tecnologia para atrair novos visitantes, reter e fidelizar seus públicos? A Cross Content está preparada a oferecer uma solução completa de produção em 360 graus, tanto para ambientes internos quanto externos. Nós sempre investimos em novas narrativas interativas. Fomos um dos pioneiros no Brasil no fenômeno dos webdocumentários. Agora saímos na frente novamente na oferta de vídeos 360, com gravação em qualidade 4K (quatro vezes mais do que o full-HD).

Com os vídeos em 360 graus e qualidade 4K, podemos levar o público para ainda mais perto das suas histórias. Veja contar histórias em 360 graus conosco.

O que é um vídeo 360 graus?

O vídeo 360 graus é uma tendência no mercado audiovisual que permite que usuário fique imerso em uma experiência realista, com dimensão total do ambiente e de tudo o que acontece ao seu redor. Isso significa que o espectador que antes apenas assistia ao conteúdo, agora pode interagir, escolher o ponto e ângulo da filmagem que quer olhar, girando ao redor dela.

O vídeo 360 graus coloca o público no centro da ação e mostra muito mais em menos tempo. Qualquer pessoa consegue acessá-lo facilmente pelo computador, smartphone ou tablet. No celular ou tablet, basta movimentar o aparelho ou tocar na tela para visualizar a direção desejada. No computador, a tela pode ser arrastada com o mouse ou com as setas do teclado.

Caso use também óculos de realidade virtual (opcional), o resultado é ainda mais impactante, o que torna essa ferramenta uma ótima opção para eventos de ativação de marcas.

Como é feito um vídeo 360 graus?

Para fazer um vídeo em 360 graus, é necessário usar uma câmera especial, capaz de captar imagens em todas as direções. Além disso, a equipe precisa ter domínio técnico para controlar as cenas sem aparecer na gravação. O resultado da filmagem é um vídeo no qual é projetada a imagem de todo o ambiente em um único plano. Depois, é preciso montá-lo em um software de edição de vídeo especialmente adaptado para esse novo formato. A finalização contempla também trabalhos como sonorização e inserção de legendas ou gráficos (que também acompanham o efeito 360 graus do vídeo).

Essa tecnologia é uma evolução do vídeo unidirecional que já conhecemos e, pela simplicidade em suas características de consumo e formato, torna-se uma grande aliada da comunicação e marketing digital e a melhor maneira de inovar e criar conteúdo distinto.

Diferença entre vídeo 360 graus e realidade virtual

A principal diferença entre vídeo 360 graus e realidade virtual (ou VR, na sigla em inglês) é que, enquanto no vídeo 360 o usuário pode visualizar as cenas apenas com o auxílio do celular, tablet ou computador, na realidade virtual a experiência é mais intensa e ele precisa obrigatoriamente de óculos especiais ou outros dispositivos específicos. Por meio desses aparelhos, a visão é completamente sobreposta por um visor capaz de “enganar” os seus sentidos e criar imagens 360 VR.

Em geral, as aplicações de realidade virtual, como games ou outras simulações, combinam a ilusão de profundidade (3D) com a mudança das imagens de acordo com a movimentação do usuário (360 VR). Com isso, como o próprio nome sugere, a realidade virtual faz com que os acontecimentos do mundo virtual pareçam reais.

Também é possível ver os vídeos 360 graus em uma situação de imersão com o auxílio de óculos especiais, como o Google Cardboard, ou outros. Mas, neste caso, sem o efeito 3D existente em videogames ou outras aplicações de VR.

Veja um exemplo de 360 VR.

Diferença entre realidade virtual e realidade aumentada

Enquanto a realidade virtual transporta o usuário para um outro mundo, a realidade aumentada traz para o nosso mundo novos elementos. Ou seja, ela aumenta a realidade por meio das lentes dos óculos ou câmeras de smartphone e tablets, criando projeções digitais que interagem com o nosso cotidiano. Se por um lado a realidade virtual sugere imersão total, a realidade aumentada é parcialmente imersiva.

Ela pode ser utilizada para entretenimento, mas também é possível tê-la como aliada nas tarefas diárias diversas – organizar a agenda, acessar material educacional, acompanhar procedimentos cirúrgicos a distância etc. Em 2016, a realidade aumentada ficou em evidência após o investimento de grandes desenvolvedores tecnológicos como a Nitendo, que lançou o game Pokemon Go, e o Google, com o Google Glass.

Veja um exemplo de realidade aumentada.

Leia mais sobre os vídeos 360 graus nestes links

Apresentando o vídeo 360 graus diário (The New York Times)‎

Construindo uma experiência de vídeo 360 graus em múltiplas plataformas no New York Times‎

YouTube divulga filmes publicitários mais populares no formato 360º (G1)

Facebook lança transmissão ao vivo de vídeos em 360º (G1)

Entre na história (The Guardian)

Alguns vídeos 360 graus de sucesso

MythBusters

Festa de ano novo em Londres

Walking New York | 360 VR Video | The New York Times

Crie um vídeo 360 graus para sua empresa

Fale com a Cross Content. Estamos prontos para planejar e executar vídeos 360 graus que vão ajudar sua empresa a se destacar – com inovação e conteúdo de qualidade.