20 anos, 20 histórias: terceiro setor, mulher, crianças e adolescentes

20 anos, 20 histórias: terceiro setor, mulher, crianças e adolescentes

Cross Content 20 anosQuestões relacionadas ao terceiro setor e a direitos humanos, educação, mulher, crianças e adolescentes sempre estiveram no foco da Cross Content, desde o seu início.

Institutos e fundações nacionais e internacionais, como Ford Foundation, Fundação Kellogg, Fundação Bernard van Leer, Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, Itaú Social, Instituto Ayrton Senna, Fundação Estudar, Fundação Brava, Fundação Lemann, Instituto Camargo Corrêa, Instituto Souza Cruz, FEAC, entre outros, estão entre os nossos clientes dessas áreas.

Por conta da longa atuação em direitos humanos de seus diretores, a Cross Content também têm atuado como consultoria e produtora de conteúdo de diversas agências da ONU, como Unicef, Pnud, ONU Mulheres, entre outras, e de organismos multilaterais como Banco Mundial e Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Entre os nossos trabalhos estão relatórios históricos como O Progresso das Mulheres no Brasil (2006), o primeiro relatório brasileiro sobre os avanços para as mulheres depois da Constituição de 1988 e da Conferência de Pequim, realizado quando a ONU Mulheres ainda era chamada de Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (Unifem).

Nessa relação também estão incluídos Crianças Invisíveis (Andi, OIT, Unicef, Cortez Editora, 2003), sobre trabalho infantil doméstico, que, infelizmente, continua atual e ainda hoje é considerado um dos principais levantamentos sobre o assunto e, mais recentemente, 30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança (Unicef, 2019).